Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrEmail this to someone

Em 2005, a Hublot, que trouxe ao mundo o inovador uso de borracha junto com metais preciosos, lançou o icônico relógio Big Bang. Contaremos a história da marca e deste fantástico relógio, que completa 10 anos de seu lançamento.

A escotilha de Carlo Crocco

No início da década de 1970, Carlo Crocco, um italiano herdeiro do grupo Binda, fabricante dos relógios Breil, tinha uma visão própria de como um relógio deveria parecer. Conforme esta visão amadurecia, a decisão de deixar a empresa de sua família se tornou cada vez mais clara.

Em 1976, Carlo Crocco mudou-se para Genebra, na Suíça, e lá, formou a empresa MDM Genève. O seu relógio teria o nome do formato que ele imaginou para a sua caixa – “Hublot”, que em francês, significa “escotilha”. Assim, nascia uma das marcas registradas desta marca.

Hublot - Escotilha em francês
Hublot – Escotilha em francês

Apesar do formato da caixa do relógio estar bem definido, Crocco tinha grandes dúvidas sobre como seria sua pulseira. Ele havia testado vários tipos de material, porém, nenhum destes o satisfazia plenamente. Por conta disto, enquanto esboçava o design de seu relógio, ele pintava a pulseira como uma sólida faixa preta.

Este visual começou a agradá-lo cada vez mais, e então, ele tomou uma decisão que seria uma das grandes características da marca – ele usaria borracha para fazer as pulseiras de seu relógio!

Carlo Crocco
Carlo Crocco

O uso da borracha como material para pulseira de relógio não era algo totalmente novo naquela época, porém, a combinação escolhida por Crocco era algo absolutamente inédito – usar a borracha em um relógio feito com metais preciosos.

Porém, transformar esta ideia em algo real não foi tão simples quanto parece. O desenvolvimento desta pulseira levou quase 3 anos de pesquisa envolvendo especialistas em vulcanização, e só se concretizou graças à determinação de Crocco em tornar sua visão em realidade.

Havia alguns problemas a serem resolvidos. O relógio e o fecho do relógio precisavam ser firmemente conectados à pulseira, problema este solucionado com a implantação de pequenas barras de metal dentro das tiras da borracha, o que propiciou suporte extra aos parafusos. Graças a um processo altamente complexo e exclusivo da empresa, metal e borracha literalmente convergiram em uma única peça, que reflete a “Arte da Fusão”, um dos símbolos da empresa.

Este primeiro relógio foi lançado na Basel Watch Fair de 1980, e apesar de não ter um único comprador neste evento, no final deste mesmo ano, o relógio mostraria seu potencial, tendo vendido o equivalente a 2 milhões de dólares.

O modelo Hublot de 1980
O modelo Hublot de 1980

A era Biver, e o nascimento do Big Bang

Com o passar dos anos, Carlo Crocco passou a voltar seus olhos para seu próprio trabalho de design, além de se ocupar cada vez mais com a Fundação Hand in Hand, que ajuda crianças carentes ao redor do mundo. Com isto, procurou um sucessor para gerenciar sua empresa de relógios.

Carlo Crocco em atividade humanitária
Carlo Crocco em atividade humanitária

Em 2003, conheceu Jean-Claude-Biver, que na época, era presidente da divisão da Omega, pertencente ao Swatch Group. Era a pessoa certa para assumir a função, e após o convite, Biver assumiu o posto de CEO da Hublot em maio de 2004, tornando-se membro do conselho e acionista minoritário da Hublot.

Jean-Claude-Biver
Jean-Claude-Biver

Logo de início, Jean-Claude Biver deixou claro que sua missão na empresa era de levar a marca a um novo patamar. Porém, para escrever mais um novo capítulo na história da Hublot, Biver retornou às raízes da empresa, retornando ao conceito da “Arte da Fusão”. Para auxiliá-lo nesta jornada, Biver convidou Ricardo Guadalupe, que posteriormente, se tornaria o CEO da Hublot. Guadalupe e Biver trabalharam juntos na Blancpain na década de 1990 e início da década de 2000, e compartilhavam da mesma visão.

Para atingir o resultado esperado, Biver passou a encomendar peças de diversos fornecedores para testá-los. Isto acabou gerando diversos rumores na época, já que Biver realizava tais encomendas utilizando seu próprio nome, e com isto, passou-se a cogitar que ele estaria iniciando sua própria marca de relógios. Este boato foi esclarecido na Baselworld de 2005, quando então, a Hublot apresentou seu novo relógio.

Big Bang – O renascimento da “Arte da Fusão”.

Big Bang, nome do cronógrafo apresentado por Biver na Baselworld realizada em abril de 2005, foi um sucesso imediato. Naquele mesmo ano, recebeu inúmeros prêmios, como melhor design na Grand Prix d’Horlogerie de Genève, e o “Sports Watch Prize” em evento no Japão. Suas encomendas triplicaram no final daquele ano, e no final de 2006, suas vendas atingiram a marca de 100 milhões de francos suíços.

Hublot Big Bang UNICO 45mm
Hublot Big Bang UNICO 45mm

O renascimento do conceito da “Arte da Fusão” neste relógio é marcada não somente pelo uso de diversos materiais, mas também, pela fusão de diferentes conceitos e épocas. O Big Bang possui um visual que imediatamente o identifica como um “Hublot”, porém, agradavelmente renovado.

Biver e Guadalupe não pararam por ai. A coleção Big Bang foi expandida, e passou a utilizar outros materiais inovadores, além de passarem a integrar complicações em seus movimentos. Em 2007, a empresa havia dobrado o número de funcionários, e também iniciaram a construção de uma nova fábrica.

Além disto, Biver se esforçou em incorporar à empresa todos os aspectos da produção de seus relógios. Antes de sua chegada, a Hublot lançava mão de vários fornecedores para construir os diversos componentes de seus relógios. Com o passar do tempo, a empresa foi incorporando cada vez mais elementos da manufatura de relógios dentro de sua própria organização, e atualmente, controla cerca e 80% da produção de suas peças.

Em 2007, foi lançado o Mag Bang, o primeiro Hublot fabricado totalmente “in-house”, ou seja, totalmente produzido pela empresa, sem depender de fornecedores externos. Este relógio também conta com uma caixa inovadora, feita com uma nova liga de alumínio e magnésio, o que propicia extrema leveza a este relógio.

Hublot Mag Bang
Hublot Mag Bang

Falando em ligas metálicas, a empresa também introduziu sob gestão de Biver o incrível “Magic Gold”. Criado em parceira com o departamento de metalurgia da École Polytechnique Fédérale de Lausanne, a Hublot conseguiu “fundir” outro 18k com cerâmica. O resultado final foi um metal com resistência excepcional, porém, sem perder a preciosidade do ouro. A dureza desta nova liga é de cerca de 1.000 Vickers, mais que o dobro do valor de ouro 18k, que é de cerca de 400 Vickers.

Esta liga foi combinada com o cronógrafo in-house Unico, resultando no modelo Big Bang Unico Magic Gold, lançado em 2015 – um verdadeiro símbolo do princípio da “Arte da Fusão” que norteia a empresa.

Em abril de 2008, a empresa anunciou que havia sido adquirida pelo grupo de luxo LVMH, e passou a integrar seu portfólio junto com outras empresas, como a Tag Heuer.

10 anos de Big Bang

Em 2015, este icônico relógio comemora 10 anos de lançamento, e a empresa não deixou por menos. A marca tem se esforçado em divulgar esta data, acompanhado da inauguração de uma nova fábrica, em frente à atual.

Na Baselworld 2015, a empresa também lançou diversas edições limitadas em homenagem aos diversos embaixadores da marca. Além disto, o evento patrocinado pela empresa na Baselworld em homenagem aos 10 anos do Big Bang foi um dos mais badalados, sendo regado de celebridades e do bom e velho Rock n’ Roll.

A Hublot juntou 5 “rock stars” da década de 1980/1990 para apresentar um pequeno show para seus clientes em homenagem a esta grande data. Fizeram parte desta banda: Sebastian Bach (Skid Row) nos vocais, Tommy Thayer (Kiss) na guitarra, Jack Blades (Night Ranger e Damn Yankees) no baixo, Teddy “Zig Zag” Andreadis (que fez turnês com o Guns N’ Roses) nos teclados, e Eric Singer (Kiss) na bateria

Todos os músicos foram presenteados com diversos modelos de relógios da marca, incluindo King Power Unico All Carbon, o Big Bang Ferrari, e o King Power Unico Black Magic. Aproveitem um pouco deste show no video abaixo, no qual estes músicos cantam o hit do Kiss “Shout It Out Loud.”

Dentre os vários lançamentos de 2015, temos o Big Bang Broderie, que foi lançado no primeiro mês da New York Fashion Week, usado pela super modelo Bar Refaeli, a mais recente embaixatriz da marca. Neste relógio da linha feminina do Big Bang, observamos uma caveira bordada no mostrador, design este que também se extende à luneta e à pulseira do relógio.

Bar Refaeli e o novo Hublot Broderie
Bar Refaeli e o novo Hublot Broderie

Foi também lançado o Big Bang Unico com uso de ouro Magic Gold, “King Gold”, de titânio ou de titânio com cerâmica, com as clássicas pulseiras de borracha e a nova série Spirit of Big Bang, com os mesmos acabamentos, porém, com um case em formato “Tonneau” (barril).
Big-Bang-Unico-2015
O “Spirit of Big Bang” carrega um leve movimento cronógrafo “El Primero”, desenvolvido em colaboração com a Zenith.
Spirit-of-Big-Bang
Por 10 anos, o relógio Big Bang provou ser uma força constante da evolução por meio da revolução, avançando para novos mundos, novas técnicas, e assim, continuar em direção de onde nenhuma outra marca de relógios foi antes, sempre guiado pelo espirito de “Arte da Fusão”.